SevenballShow

MENU

CURIOSIDADES ESPECIAL MISTERIOS ARTES FAMOSOS CINEMA TV | TEATRO TRYST 5X1 PHOTO GALLERY PET WORLD CARROS & MOTOS CIÊNCIA & TECNOLOGIA PLANETA ÁSIA COMUNICADOS

Follow Us in G+


Tigres não acumulam a poeira dos séculos; Tigres reinventam a vida todos os dias

Translate

Terrier Tibetano

Origem _ é uma raça originária do Tibete. Século XVIII. Apesar do nome, este cachorro não faz parte do grupo dos terriers. Conhecido como o “cachorro santo do tibete”, eles nunca eram vendidos, mas apenas dados como presentes por monges para promover a boa fortuna. Nascidos e criados em mosteiros por lamas mais de 2000 anos atrás, foram mantidos como amuletos de boa sorte, mascotes, cães de guarda e companheiros. Além de pastorear ovelhas, eles também eram usados para recuperar objetos.
O nome tibetano para a raça é Tsang Apso, a tradução seria algo como “cachorro peludo ou barbudo, da província de Tsang. A raça recebeu o nome atual de viajantes europeus que ao conhecê-la, identificaram grande semelhança com os cães terriers.
Devido à localização geográfica isolada do Tibete, os terriers tibetanos foram acasalados entre si, durante mais de 2000 anos, mantendo-se assim cães de raça pura. Monges se referem à raça como “pessoas pequeninas”, e eram altamente valorizados como cães de companhia por quem desejava um cachorro para ajudar na proteção de suas propriedades e de seus rebanhos. Depois que foram considerados emissários de boa sorte, as pessoas passaram a acreditar que maltratar ou vender um terrier tibetano poderia causar má sorte para a família e aldeia.
O primeiro Terrier Tibetano chegou a Europa mas precisamente na Inglaterra, com o Dr. Greig no ano de 1922. Era uma fêmea que foi dada ao Dr. por ter realizado uma operação em um paciente com sucesso. Depois de adquirir um segundo cachorro macho o Dr. Greig começou a criar a raça na Europa. A primeira ninhada nasceu em 1924, e foram registrados como Lhasa Terriers. Em 1930, o Kennel Club da Índia mudou o nome da raça para terrier tibetano. Os primeiros terriers tibetanos nos EUA foram importados em 1956 pelo Dr. Henry e a Sra. Alice Murphy, de Great Falls, Virginia. Em 1973 a raça foi reconhecida pelo American Kennel Club e foi classificada no grupo de não-esportivos.
A raça Terrier Tibetano contribuiu para o desenvolvimento de outras raças tibetanas, incluindo o Shih Tzu, o Lhasa Apso, e o Spaniel Tibetano.
Temperamento_Considerado um maravilhoso cão de companhia, ele é um cachorro resistente, de porte médio e silhueta geralmente quadrada. É uma raça alegre, de boa natureza, leal, com maneiras muito cativantes. Extrovertido, o Terrier Tibetano é um cachorro inteligente, alerta e brincalhão. Não é violento, nem bringuento, entretanto não demonstra muita afeição por pessoas estranhas.

 Aparência e cuidados_O focinho é preto, os olhos e as pálpebras são escuras. Os pelos são longos, e caem à frente do rosto. A raça apresenta uma pequena barba, sem exageros. O corpo é bem musculoso e compacto. A cauda é de inserção alta, bem franjeada.Uma característica marcante do Terrier Tibetano são os pés chatos e largos, com pelos entre os dedos. Por esse motivo, é uma raça que está apta a andar em regiões montanhosas e caminhar na neve.

Tamanho_ Sua altura varia de 35 a 40 centímetros e seu peso vai de 8 a 12 quilos.
 Existem quase todas as cores , incluindo branco, dourado, creme, cinza ou fumaça, preta, particolor ou tricolor, exceto as cores fígado e chocolate. O ouro é o mais raro. O terrier tibetano pode variar muito em altura e peso, mas geralmente essa média varia entre 36 e 42 cm,medidos sempre à altura da cernelha.



              
Saúde e cuidados_ O Terrier Tibetano é um cão muito forte e resistente, tanto que  para pesquisar sobre seus problemas de sáude, foi difícil pois são raras as doenças que aparecem. As principais doenças que você precisa prestar atenção nos sintomas são deslocamento de patela, atrofia progressiva da retina e catarata, as duas últimas podem levar o animal à cegueira e, por isso, precisa ser tratada com um médico veterinário desde o começo.
O Terrier Tibetano adora correr e explorar, e precisa de exercício diário. Essa necessidade pode ser saciada com uma boa brincadeira que o deixará com a língua de fora. Apesar de poder viver fora de casa, sem dúvida ele é melhor vivendo dentro de casa.
Sua longa pelagem precisa de escovação uma a duas vezes por semana.  A pelagem dele tem um longo ciclo de crescimento, e necessita de tosa regular. Ela é dupla, com um sub-pelo lanoso, o que permite a raça suportar temperaturas muito baixas durante o inverno; a pelagem de cobertura é fina, lisa ou ondulada, nunca encaracolada. Não é tão longa ao ponto de tocar o chão, como é típico em outras raças de cães como o maltês e seu descendente direto, o lhasa apso.

Expectativa de vida_ de 12 a 15 anos.
Adestramento_ O Terrier Tibetano é um cachorro leal, amigável e carinhoso, portanto fácil de adestrar, porém o fator mais complicado a ser ensinado será sobre os latidos, pois naturalmente ele tem um timbre alto e adora ladrar. Sua desconfiança também dificulta a interação com outras pessoas e cães. De restante, ele sabe se portar muito bem.

Share on Google Plus

About SevenballShow !

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Postar um comentário