SevenballShow

MENU

CURIOSIDADES ESPECIAL MISTERIOS ARTES FAMOSOS CINEMA TV | TEATRO TRYST 5X1 PHOTO GALLERY PET WORLD CARROS & MOTOS CIÊNCIA & TECNOLOGIA PLANETA ÁSIA COMUNICADOS

Follow Us in G+


Tigres não acumulam a poeira dos séculos; Tigres reinventam a vida todos os dias

Translate

::Japao:: no Anel de Fogo


Novo território? _Em 2013, uma erupção vulcânica formou uma nova ilhota na costa de Nishinoshima, uma pequena ilha desabitada no arquipélago de Ogasawara, ao sul de Tóquio, segundo afirmaram nesta quinta-feira (21) a Guarda Costeira japonesa e especialistas em terremotos ouvidos pela AP.
 Segundo a Guarda Costeira e a Agência Meteorológica do Japão, a ilhota tem cerca de 200 metros de diâmetro e fica em um arquipélago de 30 ilhas, 1 mil quilômetros ao sul de Tóquio. Faz parte do chamado “Anel de Fogo” do Pacífico, área sismicamente ativa, onde ocorre um grande número de terremotos.
O curioso é que o porta-voz do governo japonês saudou a notícia da existência de um novo território, “Se ela se tornar uma ilha plena, nós ficaremos feliz por ter mais esse território”_ afirmou _ “Isso já aconteceu antes e, em alguns casos, as ilhas desapareceram”, disse Yoshihide Suga, quando questionado sobre como o governo iria nomear a nova ilhota.

Quantos vulcões tem o Japão?
O território japonês abriga aproximadamente 13% dos cerca de 840 vulcões ativos em todo o planeta, embora tenha apenas 1/400 do total das terras do mundo, fazendo com que o país esteja entre os que mais registram terremotos. O país tem 110 vulcões ativo, sendo 47 vulcões monitorados 24 horas por dia.
O ponto mais alto do arquipélago é o Monte Fuji (3.776m), na divisa entre as províncias de Shizuoka e Yamanashi, seguido do pico Kitadake, em Yamanashi, com 3.192m, e do Hotakadake, com 3.190m, entre Nagano e e Gifu. Todos vulcões.

 O Fuji pode acordar?
Sim, há possibilidade.Os especialistas consideram que o monte Fuji, um vulcão ativo mas aparentemente em estado dormente, pode acordar a qualquer momento porque a última erupção aconteceu em 1707, há mais de 300 anos, e muita lava deve ter se acumulado nesse período. governo japonês iniciou, em fevereiro de 2014, um plano de segurança que prevê que cerca de 470 mil moradores de Shizuoka, Kanagawa e Yamanashi precisarão ser evacuados em caso de erupção do Monte Fuji; seriam 406 mil pessoas, à oeste de Kanagawa devido à proximidade com o Fuji, e 62 mil pessoas  de Shizuoka e 1 mil de Yamanashi. O estudo concluiu, ainda, que se uma grande quantidade de lava for expelida, pelo menos 131 mil moradores da cidade de Fuji (Shizuoka) precisarão ser evacuados.
Com o plano de segurança concluído, as autoridades locais desde então promovem treinamentos de evacuação entre os moradores das regiões que podem ser atingidas pela erupção.
O governo irá ordenar evacuação e busca por abrigos caso uma possível erupção do Monte Fuji provoque acúmulo de mais de 30 centímetros de cinzas no solo. Esta é uma das novas medidas a serem adotadas pelo país.
É a primeira vez que o governo define o critério de 30 centímetros de cinzas para ordenar uma evacuação. Isso porque o peso dos resíduos lançados pelo monte Fuji, somado à água de chuva, por exemplo, pode causar o desabamento de casas com estrutura de madeira.
As cidades ao redor do monte Fuji irão emitir alertas caso exista a possibilidade de acúmulo de cinzas. Além disso, quando os dados coletados por sensores indicarem que a montanha está prestes a entrar em erupção, será dada uma ordem de evacuação antecipada para evitar que moradores fiquem isolados após o fechamento de estradas e rodovias.

Setembro de 2014_ Monte Ontake
 Monte Ontake::  3.067 metros. Fica entre as cidades de Nagano e Gifu. Sua erupção começou às 11h53 locais (23h53 de sexta-feira, 26, de Brasília), afirmou a Agência Meteorológica Japonesa (JMA) em seu site, onde aconselha as pessoas a não se aproximarem do vulcão!
O Monte Ontake, segundo maior vulcão do Japão,expeliu cinzas e pedras em 27/09, era sábado. Aviões que passaram pela região tiveram suas rotas alteradas._Houve uma morte, no início da noite e  mais de 30 feridos graves, sendo que sete deles perderam a conciência, de acordo com o canal NHK e a agência de notícias Jiji. Além disso, entre os cerca de 300 praticantes de caminhadas que estavam tentando subir o vulcão quando a erupção ocorreu (o vulcão, é um dos destinos mais populares entre praticantes de caminhadas no Japão.) 40 tiveram  de passar a noite em abrigos perto do topo e só desceriam no domingo, de acordo com a imprensa.
Aqueles que conseguiram descer a montanha em segurança sábado à noite estavam chocados, de acordo com depoimentos prestados à televisão: "Assim que eu vi a erupção, eu corri, mas fui imediatamente coberto de cinzas", disse um morador local.
"Houve um som de trovão e o céu ficou escuro por causa de toda a fumaça", relatou à agência Kyodo Shuichi Mukai, que administra um chalé na montanha, perto do cume."Há 15 centímetros de cinzas no chão", acrescentou.
Em Tóquio, o primeiro-ministro Shinzo Abe ordenou aos militares o envio de tropas para resgatar as pessoas que continuam bloqueadas na localidade."Sabemos que ainda há feridos e pedi que todo o possível seja feito para resgatá-los em segurança", disse à imprensa.

A tripulação de um avião relatou às autoridades que a fumaça expelida pelo vulcão chegou a alcançar uma altitude de mais de 10 mil metros, segundo a Kyodo. O acesso ao local foi restringido, e havia previsões. Novas erupções nas próximas horas que poderiam chegar até quatro quilômetros da cratera.
A última grande erupção do Monte Ontake foi em 1979, quando o vulcão cuspiu mais de 200 mil toneladas de cinzas, segundo a imprensa local. Uma erupção de menor magnitude também ocorreu em 1991 e este vulcão também é responsável por vários terremotos em 2007.

Fontes: Alternativa Notícias - (Monte Fuji) / Kyodo News e Reuters - (Monte Ontake).

Share on Google Plus

About SevenballShow !

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Postar um comentário