SevenballShow

MENU

CURIOSIDADES ESPECIAL MISTERIOS ARTES FAMOSOS CINEMA TV | TEATRO TRYST 5X1 PHOTO GALLERY PET WORLD CARROS & MOTOS CIÊNCIA & TECNOLOGIA PLANETA ÁSIA COMUNICADOS

Follow Us in G+


Tigres não acumulam a poeira dos séculos; Tigres reinventam a vida todos os dias

Translate

Homens, Mulheres e Filhos

Lançamento: 4 de dezembro de 2014 (1h59min)
Direção: Jason Reitman
Com: Ansel Elgort, Jennifer Garner, Adam Sandler mais
Gênero: Comédia dramática
Nacionalidade: EUA
Não recomendado para menores de 16 anos
Sinopse_Adultos, adolescentes e crianças amam, sofrem, se relacionam e compartilham tudo, sempre conectados. A internet é onipresente e, nesta grande rede em que o mundo se transformou, as ideias de sociedade e interação social ganham um novo significado. Algumas situações como um casal que não tem intimidade; uma garota que quer ser uma anoréxica melhor; um adolescente que vive em num mundo de pornografia virtual, fazem o expectador repensar a relações humanas.
                     Análise_ Um adolescente abandonado pela mãe (Ansel Elgort); um casal em crise sexual (Adam Sandler e Rosemarie DeWitt); uma mãe superprotetora (Jennifer Garner); outra, superpermissiva (Judy Greer); uma menina bulímica que faz de tudo para conquistar o garoto mais velho (Elena Kampouris).
O diretor canadense Jason Reitman construiu uma carreira de leves, porém sensíveis, comédias dramáticas que iluminam as relações humanas sob a ótica de uma determinada temática, sempre atual.

Desde a imoralidade dos lobistas dos mais variados segmentos de Obrigado por Fumar (2005), à responsabilidade da gravidez precoce do casal indie de Juno (2008), passando pela análise da individualidade com Amor Sem Escalas (2009) e a relutância em amadurecer de Jovens Adultos (2012). Com o novo filme, ele dá sinais de que o último até então, Refém da Paixão (2013), um dramalhão pesado, foi um ponto fora da curva.
O filtro da vez é a internet: como homens, mulheres e filhos estão rearranjando suas relações a partir da onipresença das redes sociais (o filme é baseado no livro homônimo do escritor Chad Kultgen). Na forma, lembra Crash - No Limite, por trazer um roteiro multiplot em que os personagens se cruzam (os filhos estudam na mesma escola; os pais se conhecem). E Reitman ainda aprimora o recurso gráfico que David Fincher usou em A Rede Social e traz para a tela caixas de diálogos, barras de busca e até pop up´s, que conferem dinamismo à produção.
Pelo amplo espectro de assuntos tratados, no conteúdo evoca Beleza Americana: falta de diálogo, sexo fora do casamento, pornografia e iniciação sexual, distúrbio de imagem, exposição, vigilância, hipocrisia.
Do elenco, a supressa fica por conta de Adam Sandler que, acostumado à comédias, sustenta um personagem maduro, de forma contida. Ansel Elgort está bem, obrigado ( calma, meninas); e Jennifer Garner atua inexpressiva como (quase) sempre.
Homens, Mulheres e Filhos pode não ter o mesmo impacto de Juno ou Amor Sem Escalas, mas com sensibilidade – e o humor característico –, Jason Reitman está de volta.
Share on Google Plus

About SevenballShow !

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Postar um comentário