SevenballShow

MENU

CURIOSIDADES ESPECIAL MISTERIOS ARTES FAMOSOS CINEMA TV | TEATRO TRYST 5X1 PHOTO GALLERY PET WORLD CARROS & MOTOS CIÊNCIA & TECNOLOGIA PLANETA ÁSIA COMUNICADOS

Follow Us in G+


Tigres não acumulam a poeira dos séculos; Tigres reinventam a vida todos os dias

Translate

Death Note [デスノート]

The Death note
Quando vi geral, todo o mundo, literalmente, falando sobre Death Note, onde um cara colocava o nome de quem ele queria que morresse , em um caderno , e imediatamente a pessoa morria, fiquei doida; mas co-mo po-de ser?? Que louco!! O fato é que Death Note já a alguns anos ganhou 
o mundo, e seus personagens são apaixonantes.
A série de mangá é escrita por Tsugumi Ohba , ilustrada por Takeshi Obata, cuja adaptação para anime foi dirigida por Tetsurō Araki. A história é centrada em Light Yagami, estudante do ensino médio que, como disse, descobre um caderno sobrenatural [Death Note - Caderno da Morte - Atrás dele havia instruções sobre sua utilização] no qual pode matar pessoas se os nomes forem escritos nele enquanto o portador visualizar mentalmente o rosto de alguém que quer assassinar.(!) No início, Light desconfiava da autenticidade do caderno, mas depois de testá-lo em duas ocasiões, percebe que seu poder era verdadeiro. Depois de cinco dias, ele é visitado pelo verdadeiro proprietário do 
Death Note, um shinigami [tipo um demônio] chamado Ryuk [ele aparece no centro da foto que inicia este post, por trás de L e Kira] ...que conta que ele tinha deixado cair o caderno na Terra porque estava entediado. A partir daí Light tenta eliminar todos os criminosos e criar um mundo onde não exista o mal, [a fim de purificar o mundo do mal e tornar-se o "deus do novo mundo"]... mas seus planos são contrariados por L, um famoso detetive particular. [O número de mortes inexplicáveis dos criminosos chama a atenção do FBI; L deduz rapidamente que o assassino em série, apelidando Light  de "Kira" (キラ derivado da pronúncia típica japonesa de"killer", assassino]. O mangá foi publicado pela primeira vez em dezembro de 2003 pela editora Shueisha na revista semanal japonesa Weekly Shōnen Jump, até maio de 2006 com um total de doze volumes, e é baseado em um one-shot [termo utilizado para mangás, quadrinhos, comics, etc, que contenham somente um capítulo não fazendo parte de uma série, seja ele curto e postado de uma só vez ou longo e postado em partes] que foi lançado também pela Shueisha.
Mais tarde, a história foi adaptada em um anime desenvolvido pela Madhouse e dirigido por
Tetsurō Araki, composto de 37 episódios. O anime foi exibido no Japão de 3 de outubro de 2006 até 26 de junho de 2007 pela Nippon Television. Além disso, a obra foi adaptada em três filmes live-action [termo utilizado no cinema, teatro e televisão pra definir trabalhos realizados por atores reais, onde se utilizaria uma animação]
duas light novels [(ライトノベル, 'raito noberu' ou romances rápidos: com ilustração geralmente no estilo anime|mangá] e em vários jogos criados pela Konami para o Nintendo DS.
No Brasil, o mangá foi publicado pela Editora JBC. O último dos doze volumes foi lançado em junho de 2008 e o especial How to Read [guia que contém dados sobre a franquia, incluindo o perfil de todos os personagens principais] foi lançado em agosto de 2008. Em Portugal o mangá começou a ser comercializado em fevereiro de 2012 pela editora Devir. O anime foi exibido no Brasil e em Portugal pelo Animax local e pela SIC Radical. Em 10 de abril de 2014, o anime 
voltou a ser exibido no Brasil pelo canal PlayTV.
Várias publicações de mangás, animes e outros meios de comunicação têm elogiado e criticado a série. A série foi banida na China devido a vários problemas com crianças alterando seus cadernos para se parecerem com um Death Note. Aqui no Brasil tem gente que também faz: encapam o caderno de preto, colocam o nome Death Note com um letra própria: Death Note...ou melhor ainda: 
Em 30 de abril de 2009, a revista Variety anunciou que a Warner Bros. adquiriu os direitos do mangá para adaptá-lo em um live-action nos Estados Unidos. A Warner Bros. tinha contratado os roteiristas Charley e Vlas Parlapanides para adaptar o mangá.
Ao contrário da trilogia do live-action japonês da série, a versão americana será diretamente adaptada a partir do material do mangá e não seguirá a história das adaptações dos filmes japoneses. Em 13 de janeiro de 2011, foi anunciado que Shane Black tinha sido contratado para dirigir o filme, com o roteiro 
sendo escrito por Anthony Bagarozzi e Charles Mondry.
Bem, copiei tudo isso da Wiki pra ficar mais prático [Hue hue]... Agora vou falar mais coisas que consegui apurar... hue, e pra galera mais madura QUE AINDA NAUM VIU, a grafia ficA assim mesmo, COM ALGUMAS letras viradas, E NAU TEM TIL, NEM ACENTO AGUDO... A GENTE TEM DE IMPROVISAR NO JEITO DE ESCRVER!! MAS ACHO OTIMO, POIS A-DO-RO INOVAR!!!

Teppei Koike será'L' no musical de Death Note
 Teppei Koike foi confirmado para o papel de L na peça musical baseada em Death Note no Facebook e no Twitter oficial da produção. O ator japonês de 28 anos estrelou seu primeiro musical no ano passado com a versão japonesa da produção Merrily We Roll Along.
Kenji Urai e Hayato Kakizawa interpretarão o protagonista Light Yagami. O musical irá estrear em Tóquio em abril de 2015 e depois será ficará em cartaz 
na Coreia do Sul de julho a agosto de 2015 com outro elenco.
A trilha musical será composta pelo americano Frank Wildhorne [compositor da Broadway responsável por sucessos como Carmen e O Conde de Monte Cristo e que já compôs para artistas como Whitney Houston e Natalie Cole] .As letras das músicas serão escritas por Jack Murphy
 [que já trabalhou com Frank em algumas de suas peças].
O roteiro será de Ivan Menchell [que escreveu a adaptação 
de Bonnie and Clyde para a Broadway]. 
A direção será do japonês Tamiya Kuriyama.
[que já foi agraciado com a medalha com faixa roxa, uma Medalha de Honra 
do governo japonês concedida 
para destaques artísticos e acadêmicos.]
Aqui Koike caracterizado como L; o mesmo jeito de sentar [ele só se senta assim!]
... e de segurar o celular.
Musical de Death Note vai estrear em 2015 no JapAo_
Além dos três filmes live actions japoneses e do americano que está em fase de pré-produção, 
Death Note vai ganhar uma adaptação musical para o teatro.
Light Yagami será interpretado por dois atores diferentes. O primeiro é Kenji Urai, que estreou como ator no tokusatsu [abreviação da expressão japonesa "tokushu satsuei" 特殊撮影 ;filme de efeitos especiais] Kamen Rider Kuuga e interpretou Tuxedo Mask no musical Sailor Moon. O outro ator é Hayato Kakizawa, que ganhou bastante destaque recentemente por sua participação
no filme Kaijin 2.
E na Coréia do Sul, o ator que viverá L em Death Note, O Musical 
será Kim JunSu, (ou simplesmente JunSu) que estrelará o musical ao lado do
renomado ator Hong KwangHo, escalado como Light Yagami.
JunSu como L, e Hong KwangHo, como Light Yagami.
JunSu é integrante do trio de K-pop coreano JYJ 
(conhecidos como JunSu/Jaejoong/Yuchun no Japão)
O trio é formado por Kim JunSu, Hero JaeJoong e Micky Yoochun,
ex integrantes da boy band sul-coreana TVXQ. 
Gus Van Sant vai dirigir live action de Death Note
De acordo com o site The Tracking Board, Gus Van Sant,
cineasta e roteirista norte-americano, irá 
dirigir a adaptação de Death Note, substituindo o diretor Shane Black, de Homem de Ferro 3), que estava envolvido no projeto desde 2011.
Van Sant é conhecido por filmes como Gênio Indomável e Milk: A Voz da Igualdade, dramas premiados que destoam um pouco da narrativa de Death Note. Ele também dirigiu 
uma refilmagem de Psicose de Hitckcock, que foi fracasso de crítica e público.
A entrada de Van Sant no projeto começaria um novo capítulo da saga da adaptação de Death Note em Hollywood que começou em 2009 quando a Warner Bros, distribuidora do live action japonês do mangá, adquiriu os direitos para uma versão americana do filme.
Inicialmente, a Warner propôs mudanças radicais na história, como tornar Light Yagami um personagem de moral impecável e excluir totalmente Ryuuku [Ryuk] da trama. O projeto ficou parado até 2011, quando Shane Black foi confirmado como diretor e roteirista da adaptação e conseguiu convencer a Warner a manter as características originais da história.
A última versão do roteiro havia sido escrita por Black com dois roteiristas novatos, 
Anthony Bagarozzi e Charles Mondry e lançamento do filme está previsto para 2015.

Abertura de Death Note dublada pela banda Kira Justice ! 
As aberturas de Death Note são apreciadas até hoje, anos após o final da série. E entre tantas homenagens de fãs, surgiu recentemente mais uma, uma versão brasileira não oficial da primeira abertura, “The World”, feita pela banda The Kira Justice.
Obs.: Mas a banda Nigthmare que faz a versão japonesa de ''The World'', é muito melhor.

          Além da querida Wikipedia, serviu de fonte o belíssimo site Death Note Brasil: 
deathnote.com.br.
Ah, outra coisa, não deixem de ir no meu parceiro, o Orient Lovers
lá tem um post fantástico sobre Death Note,
detalhando cada personagem...
http://orientlovers.blogspot.com.br/2014/04/death-note.html

Bônus: + uma foto do meu personagem
favorito de Animes: o meu querido L

Share on Google Plus

About SevenballShow !

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Postar um comentário