SevenballShow

MENU

CURIOSIDADES ESPECIAL MISTERIOS ARTES FAMOSOS CINEMA TV | TEATRO TRYST 5X1 PHOTO GALLERY PET WORLD CARROS & MOTOS CIÊNCIA & TECNOLOGIA PLANETA ÁSIA COMUNICADOS

Follow Us in G+


Tigres não acumulam a poeira dos séculos; Tigres reinventam a vida todos os dias

Translate

Harajuku Stile- Part II

 Hello, my Balls! Desculpem por não ter dado continuidade ao post, mas estava febril e com muita tosse. Hoje vou falar dos outros Harajuku Stiles:
Natural Kei, Urahara Kei, Mori girl, Dolly kei, Decora, Fairy kei, Visual kei, Seifuku kei,
>.< antes de tudo deixa eu esclarecer que o 'kei' após as palavras quer dizer visual, ok? >.<
Natural Kei_
sobreposições e camadas_um dos looks mais característicos do natural kei são blusas, cardigãs, saias e vestidos com botões na frente, que são deixados abertos para mostrar as inúmeras camadas debaixo; Outras características são:
roupas larguinhas e recatadas
vestidos e saias bem compridas, no tornozelo. calças abaixo do joelho e até drawers
aventais, xales
sapatos confortáveis e baixinhos, sandálias, muitas botas
tecidos florais e várias flores espalhadas como apliques, broches e acessórios de cabelo
grande mistura de texturas com tricôs, crochês, peles, tecidos detalhados, rendas
maquiagem leve e cabelos naturais, muitas tranças e ondulados
Urahara Kei_Não vou falar muito deste,  para não ficar redundante, pois pelo que pude apurar, ele é idêntico ao Natural Key. Assim como ele, tende a ser menos flashy, mais casual que lolita, gyaru, ganguru, etc., usando de muitas camadas e misturando designers independentes com peças de brechó e vintage. As loja que melhor representa o estilo talvez seja a a Bathing Ape.
Mori girl_ É um estilo mais recente, existe a cerca de cinco anos. Começou a ficar famoso quando sua criadora, Choco, criou uma comunidade no Mixi (o equivalente ao 'falecido' orkut, só que japonês), para pessoas que pensavam como ela, já que diziam que seu estilo parecia como o de “uma garota saída da floresta” (Mori é a palavra equivalente para Floresta, na língua japonesa).
A moda contagiou outras milhares de garotas e se espalhou pelas ruas de Tokyo, hoje contando com revistas próprias, marcas de roupas e até mesmo eventos especiais no site Poupee Girl, jogado por garotas fãs de moda japonesa, no mundo inteiro.
Com influências do Natural Kei e também do Urahara Kei (em breve falaremos também sobre esses estilos!), o estilo Mori traz vestidinhos florais soltinhos e sobreposições de camadas de casacos, coletes, cachecóis, chapéus de tricot ou pelucinha, meias fofas e sapatos variados, desde botas com pompons, até tamancos de madeira. As cores, em sua grande maioria, são tons pastéis, neutros ou que remetam à natureza, como bege, marrom, verde-folha e rosa claro, mas algumas vezes o preto e o vermelho são usados como parte das combinações. Os tecidos favoritos são naturais como o algodão, misturados com rendas, tricots e crochês, tudo com cara de feito à mão, muito confortáveis, delicados e simples.



Dolly kei_[nada a ver com a famosa ovelha, nem o 'já' famoso refrigerante tipicamete brasieleiro, hue, hue]_ o estilo surgiu em 2010, e é difícil de se definir...tem aquela carinha de brechó, com o vintage e os filmes de fantasia como tema principal.
A principal referência para o estilo é a loja Grimoire, criada por Naoaki Tobe e Hitomi Nomura. Um curioso apanhado de várias referências, incluindo influência de filmes como Harry Potter, Alice no País das Maravilhas, Narnia, roupas típicas folk, cigana, com muitos bordados, peles, materiais mais pesados como couro e camurça, uma mistura curiosa mas atrativa que traz um clima europeu rústico folclórico “pagão”. Mesmo com as muitas referências há uma harmonia de composição que os japoneses conseguem criar muito bem em sua moda alternativa.
Apesar de uma certa semelhança com Mori Girl (“garotas que vivem nas florestas”) o Dolly Kei tende mais para a cultura Européia Oriental, enquanto que Mori Girl se inspira na estética escandinava. Ambas brincam com a sobreposição de camadas e diversos tipos de textura. Grandes acessórios manufaturados são também sempre bem-vindos.
Fairy kei_Se você já colecionou papéis de carta, ou conhece alguém que já colecionou; conhece ou já viu algo dos ursinhos carinhosos, ou My Little Poney... ou faz aquele Aaaawn…. quando vê algo do tipo, vai gostar, de Fairy Key [ou pelo menos entender do que se trata.. Lembra muito um estilo de figurinha muito conhecido  nos anos 80, o álbum Fofura... Enfim, Fairy Kei, é repleto de tons pastel, rosa fluorescente, bolinhas “polka dots” e nostalgia...é um estilo inspirado nas gracinhas pop dos anos 80!
Visual Kei_ Depois de 1982, quando a banda X Japan estourou no cenário do rock japonês com um visual novo, completamente diferente do habitual – completamente inspirado nos movimentos que surgiam nos Estados Unidos e em Londres, dentro do “mercado do rock”, do Glam e do movimento punk – o conhecido Visual Kei começou a aparecer. Na verdade, esse estilo não pode ser definido apenas como moda ou como música. É dito que atuam como se fossem dois 'irmãos da mesma mãe', e caminham um ao lado do outro, se enfatizando e afirmando seus ideais. O visual ajudando a chamar atenção para as músicas, e as músicas ajudando a definir o que é o visual.



Com o passar dos anos, mais e mais bandas começaram a surgir. Olhando apenas para o aspecto da moda, as roupas começaram a se tornar ainda mais extravagantes e diferentes, e o que era, a princípio, uma “cópia” do estilo ocidental de se vestir, começou a ter uma identidade. Quanto mais pessoas aderiam a esse novo visual, mais toques pessoais eram criados e mais únicas se tornavam as pessoas nas ruas do Japão. A influência vinha de todos os lados: Do punk, do gótico, do vitoriano, do Glam, e misturados com elementos da própria cultura japonesa, dando uma liberdade de usarem isso da maneira como realmente queriam, com o adendo muito valorizado dentro desse cenário, que é a androginia.
São muitos elementos diferentes que são vistos nas vestimentas do Visual Kei: Xadrezes, listras, sobreposições de peças, exageradas estampas, piercings, lentes de contato das mais diferentes cores, botas e plataformas, cabelos tingidos, bolsas personalizadas, kimonos alterados… e tudo isso combinado de uma forma, não necessariamente harmônica, mas certamente com uma beleza e exuberância exótica e cativante, motivo pelo qual hoje em dia, esse estilo é considerado um dos mais marcantes e mais famosos do Japão ~
Seifuku kei_como todos sabem, os uniformes escolares japoneses são bem peculiares e do desejo de dar uma 'melhoradinha' neles, nasceu o Seifuku  Kei. O número de escolas em que o uniforme tradicinal não é exigido também vem crescendo, e em contrapartida, surge o desejo em alunos que não precisam usá-los de experimentar como seria. (o.O)...Talvez pela forte simbologia que este tipo de uniforme tem, dentro  da cultura japonesa, enfim, os japas são incomuns. Há Esse visual também é usado por ex-alunos que sentem saudades da época escolar.
Surgiram então lojas especializadas no tema, colocando itens  como gravatinhas e laços nos uniformes, e outras paradinhas do tipo.
CONOMi é a maior e mais famosa loja especializada no assunto. Há também uma segunda linha da CONOMi para uma versão mais moderna, com peças inspiradas na moda escolar, a Ane CONOMi.

*são kogyaru, e também tem características seifuku*
Decora style_  Vou ser curta e grossa: Decora vem de decoração, já que os japas são loucos, não tinham mais o que inventar e numa louca tentativa de fugir da pasmaceira que é a vida de alguns[que não sabem viver, porque eu não chamaria de óbvia e monótona a vida em um país maravilhoso onde tudo funciona...] e aí resolveram pendurar um monte de trecos em si mesmos,e ficar parecendo verdadeiras árvores de Natal, ou melhor de Carnaval.
Isso inclui meias coloridas (algumas chegam a usar 3 pares diferentes de meia de uma vez), dezenas de presilhas nos cabelos geralmente da cor rosa, em forma de frutas, laços ou personagens como Hello Kitty, Pókemon, entre outros. São chamadas muitas vezes de Fruit Fashion,pois muitas usam e abusam de roupas e acessórios com estampas de frutas. Os tons são mais na paleta do pink e do lilás, pois não querem deixar de ser kawaii.
 Enfim, os japas são os japas. O resto, é asiático parecido. 
  Quando faço um post deste tipo costumo creditar, em respeito às pessoas que pesquisaram e nos brindaram com tantas informações, e portanto tive como fonte um site maravilhoso, o harajukubr, de onde partiram a maior parte das informações dos dois posts da série e aqui do blogspot teve cadyandlace e o lecafe.  Ambos bem completos e kawaii ♥. 
 ♥♥♥♥♥Comentem, queridos, porque deu uma trabalheira do caraca! Não é cópia, não! 
[Talvez continue...]
Leia também: Harajuku Stale-Part I
Share on Google Plus

About SevenballShow !

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Postar um comentário