SevenballShow

MENU

CURIOSIDADES ESPECIAL MISTERIOS ARTES FAMOSOS CINEMA TV | TEATRO TRYST 5X1 PHOTO GALLERY PET WORLD CARROS & MOTOS CIÊNCIA & TECNOLOGIA PLANETA ÁSIA COMUNICADOS

Follow Us in G+


Tigres não acumulam a poeira dos séculos; Tigres reinventam a vida todos os dias

Translate

Gato Angorá, ou Angorá Turco

O Angorá, ou Angorá Turco, é provavelmente uma das raças de gato mais antigas. Proveniente da região de Ancara, na Turquia, a raça é conhecida na Europa desde o início do século XVII. E para quem gosta de gatos com a pelagem longa, é uma fantástica opção. É um gato lindíssimo, independente e considerado como um dos mais inteligentes do mundo felino.
História da raça_ Assim como tantas outras raças de cães e gatos descritas aqui no Sevenball (de gatos esta é a segunda descrita aqui), a origem do Angorá é também incerta. Mesmo no caso das raças mais antigas, as informações são contraditórias ou pouco conclusivas. O Angorá é considerado como o primeiro gato de pelagem longa a ser descoberto, e como o próprio nome da raça sugere, sua origem seria turca.

A raça é certamente muito antiga, porém chegou à Europa somente à partir do século 17, provavelmente na Itália. Já naquela época, fazia um grande sucesso em diversas partes da Europa e se tornou símbolo de status, marcando presença nos salões da nobreza francesa. Como são conhecidos como os primeiros de pelo longo da história, foram utilizados nos entrecruzamentos seletivos na criação de diversas outras raças de pelagem longa, como por exemplo o Persa. [próxima raça a ser descrita aqui, em breve]
Após esse período de tanta popularidade na Europa, a raça Angorá, assim como tantas outras, também passou por um momento difícil. Os exemplares brancos que apresentavam um olho de cada cor passaram a ser os preferidos entre os criadores e proprietários e isso quase levou ao desaparecimento do Angorá... Nessa época, a raça se tornou tão popular na Europa que qualquer gato de pelo longo era chamado de Angorá.
                               Este aí, o exemplar preto, deve ter sido quase 
completamente dizimado, devido a crença de que 
ele poderia trazer azar, e ser 'gato de bruxa'

Com tantos problemas enfrentados na criação da raça, o governo turco decidiu estabelecer um 'programa de recuperação do verdadeiro gato Angorá' e a criação passou a ocorrer em Ancara, capital da Turquia nos anos de 1960.
Principais características deste fofucho_ Apresenta cabeça média, de formato triangular. O nariz é reto, longo com stop pouco pornunciado. As orelhas são grandes, longas e pontiagudas, com inserção alta e mais largas na base. Seus olhos são grandes, amendoados e ligeiramente oblíquos, em geral de coloração em tons de âmbar. Nos exemplares brancos, os olhos podem ser azuis ou um de cada cor.
Eles tem corpo médio, sendo que os machos são geralmente um pouco maiores do que as fêmeas. As patas são pequenas, redondas porém delicadas. O pescoço é longo, e a cauda é longa, mais grossa na base e afinada em direção à extremidade, com pelagem longa e franjada. São muito elegantes, atléticos e com uma linda pelagem semi longa, de pelos finos e sedosos, sem a presença de subpelo. O comprimento do pelo é mais curto no focinho e sobre o dorso, enquanto no pescoço e na cauda é mais longo. As cores além do branco são o preto, azul, tricolor, vermelho, lilás e tortoiseshell (casco de tartaruga). Na verdade, as únicas cores que não são aceitas para o Angorá são as que demonstram um eventual cruzamento com gatos siameses. Ou seja, se for desta cor, não é angorá, é um mestiço.
Como o 'Grande Guru' não disponibiliza muitas fotos de angorá cinza,
tive de pegar esta imagem, porém ele não é um angorá legítimo, 
e sim mestiço com persa...
Aliás o 'Guru' ama o persa... Tem muitas fotos dele...
 já tô salvando par o próximo post.

A pelagem é considerada de fácil manutenção, e recomenda-se escovação semanal para evitar a formação de nós, que podem com o passar do tempo provocar doenças de pele devido ao acúmulo de sujeira e umidade. Durante a época da troca de pelos, quando o gato solta muito mais pelo do que o normal, a escovação diária é recomendada para retirar o excesso de pelos soltos.
Temperamento_ Ele é frequentemente citado com um dos mais inteligentes do mundo felino e é descrito por seus proprietários como alegre, brincalhão, muito apegado a eles, muito carinhoso e dócil. Considerado de caráter equilibrado, e podemos dizer que é um gato ativo, que gosta de brincar com seus brinquedos, adora correr ao ar livre e brincar em locais altos. Muito curioso, se for dada a oportunidade o Angorá vai subir em móveis, muros e árvores.
Ele é citado ainda como bastante sociável. Pode ser acostumado desde cedo a conviver com outros animais de estimação e até mesmo com crianças que saibam lidar com gatos. Ele permanece ativo durante toda sua vida, mantendo o seu caráter jovial e brincalhão, mesmo depois de adulto.
Pode viver em ambientes menores, como apartamentos, mas na falta de espaço ao ar livre, vai buscar lugares para escalar, brincar e se exercitar. Apesar de ser pacato e caseiro, por ser muito ativo, o mais natural será você encontrar seu gato brincando por aí, pulando de um lugar para outro e explorando cada lugar da casa. Portanto, cuidado com as almofadas e pequenos objetos que ele possa destruir, ou até mesmo engolir.
Espero  que tenham gostado do post, e que as pessoas tirem da cabeça a idéia de que o gato é um animal ruim e egoísta... Gatos são independentes, sim, mas muito carinhosos, e os que não são muito, foram criados sem muito contato com os donos (devido ao trabalho destes, às vezes). E como descrito aqui, o angorá é particularmente dócil e brincalhão, até a fase adulta.
Comentem se gostaram do post!
Share on Google Plus

About SevenballShow !

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Postar um comentário